segunda-feira, 31 de agosto de 2015
quinta-feira, 27 de agosto de 2015
quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Emocionante História de um Médico e uma Mãe.

Uma mulher chega apavorada ao consultório de seu ginecologista e diz:

-Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério. Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente. Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande entre um e outro...
O médico então perguntou:

-Muito bem, o que a senhora quer que eu faça?

A mulher respondeu:

-Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda.

O médico então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio disse para a mulher:

-Acho que tenho um método melhor para solucionar o problema. E é menos perigoso para a senhora.
(O vídeo é lindo, mas foi retirado do youtube)

A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido. Ele então completou:

-Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços. Assim, a senhora poderá descansar para ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer. Se vamos matar, não há diferença entre um e outro. Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil, pois a senhora não correrá nenhum risco...

A mulher apavorou-se e disse:

-Não doutor! Que horror! Matar uma criança é crime.

-Também acho minha senhora, mas me pareceu tão convencida disso, que por um momento pensei em ajudá-la.

O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a sua lição surtira efeito. Convenceu a mãe que não há a menor diferença entre matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no ventre materno.
(Autor Desconhecido)

Você sabe desde quando Deus te ama? Desde o ventre da tua mãe!
"O aborto nunca é uma solução. Ao falar de uma mãe grávida, falamos de duas vidas, e ambas devem ser preservadas e respeitadas, pois a vida é de um valor absoluto".

terça-feira, 25 de agosto de 2015
segunda-feira, 24 de agosto de 2015
sexta-feira, 21 de agosto de 2015
terça-feira, 18 de agosto de 2015
segunda-feira, 17 de agosto de 2015
sábado, 15 de agosto de 2015

Oração da Gestante.

"Pai Santo, Deus Criador, eu te glorifico porque em mim fizeste grandes maravilhas, como essa de agora, vai nascer uma criança de nosso amor humano que tu abençoaste. Jesus, verbo de Deus, tu me permitiste adorar-te na fisionomia encantadora de um bebê.
 Consagro-te o meu bebê que vai nascer, enriquece-o com os mais belos dons da natureza e da graça. Que ele seja a nossa alegria aqui na terra e na nossa glória na eternidade. Espírito Santo, cubra-me com a tua sombra nesses meses de feliz expectativa, a fim de que não possa prejudicar o meu bebê e que ele esteja pronto para tornar-se teu santuário graças ao batismo. 
E tu, Maria, Rainha das Mães, ajuda-me na hora do nascimento dessa criança. Aceito todos os sofrimentos e peço-te que os ofereças a Deus pelo meu filho e dai-me muita saúde, amor e sabedoria para cuidar dele e educá-lo, sempre, no caminho certo, o caminho que vosso filho Jesus traçou para todos os homens, o caminho do bem." Amém!
sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Oração pela Família.

"Que nenhuma família comece em qualquer de repente
Que nenhuma família termine por falta de amor
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente
E que nada no mundo separe um casal sonhador!

Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte
Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois
Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte
Que eles vivam do ontem, do hoje em função de um depois

Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida
Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão

Que as crianças aprendam no colo, o sentido da vida
Que a família celebre a partilha do abraço e do pão!
Que marido e mulher não se traiam, nem traiam seus filhos
Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois
Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho
Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois

Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!

Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também
Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também!"
quinta-feira, 13 de agosto de 2015
quarta-feira, 12 de agosto de 2015
segunda-feira, 10 de agosto de 2015
quarta-feira, 5 de agosto de 2015
terça-feira, 4 de agosto de 2015
segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *