segunda-feira, 26 de junho de 2017

Tratamento Natural para Mioma e Cisto no Ovário.

Primeiramente vamos explicar a você o que é o Cisto no ovário e o que é Mioma.
O cisto de ovário é uma alteração benigna, que pode aparecer em mulheres jovens e idosas, e que não tem relação com câncer na imensa maioria dos casos. O cisto ovariano é uma lesão que, quando pequena, não costuma provocar sintomas e pode desaparecer espontaneamente com o tempo.
Eles são como pequenas bolsas cheias de líquidos, que podem nascer tanto fora, quanto dentro do ovário.
Esse processo ocorre quando a mulher atravessa o período de ovulação e desenvolvem, naturalmente, pequenos folículos.
Quando essas bolsas não são removidas, tendem a aumentar e iniciar a formação dos cistos ovarianos.
Uma dor aguda no abdome pode ser um sinal de que este mal está por perto. 

 O mioma é um tumor benigno derivado do músculo liso do útero, muito frequente em mulheres com mais de 35 anos de idade.
É muito grande a quantidade de mulheres que têm mioma, boa parte só fica sabendo quando faz o exame ginecológico.
A medicina natural vê como as principais causas do desenvolvimento de um mioma o uso de anticoncepcionais e as carnes, especialmente o frango, devido à grande quantidade de hormônios e aditivos.
As mulheres que são obesas têm mais risco de desenvolver um mioma. Mas as magras não estão livres da doença, pois há outros fatores de risco, como a idade e o estado emocional (estresse, ansiedade, autocrítica exagerada).
Existem dois excelentes tratamentos naturais que servem para mioma e para cistos no ovário e estas plantas você poderá encontra-las em lojas de produtos naturais.  

  São eles:

Aipo e Melão

O aipo é também chamado de salsão.
Bata no liquidificador 1 xícara de melão picado e 2 talos de aipo. Comece com o melão e, depois, adicione o aipo.
Se for preciso, para facilitar a mistura, acrescente um pouco de água.
Tome imediatamente.
Atenção: o aipo não pode ser consumido por mulheres grávidas. E, se tiver pressão baixa, faça o suco apenas com melão.

Unha-de-gato e uxi-amarelo

É o nosso remédio caseiro favorito para mioma. Faça, pela manhã, o chá de unha-de-gato. Ferva meio litro de água (de preferência em panela de vidro ou inox), adicione uma colher de sopa da erva e leve ao fogo até ferver.
Consuma pela manhã, morno e em duas doses. À tarde ou à noite, faça o chá de uxi-amarelo, da mesma forma como você fez o outro.
Espere ficar morno e beba em duas doses.

(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.)
Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
sexta-feira, 23 de junho de 2017
quinta-feira, 22 de junho de 2017

Sintomas e Tratamento Caseiro para os Fungos Vaginais.

"Os fungos vaginais são causadores de inflamações e infecções na vagina, sendo que o mais comum deles é conhecido como Candida albicans. Eles costumam afetar não somente a vagina, mas também os tecidos localizados na abertura dela, a parte externa chamada de vulva.
Os principais sintomas associados a esta condição são a coceira, corrimento vaginal com odor e vermelhidão nos lábios vaginais. Se notar alguma destas características de forma persistente, consulte seu médico para obter um diagnóstico mais preciso.
Entretanto, você também pode prevenir e iniciar o tratamento de infecções causadas por fungos através de alguns hábitos e remédios naturais, que certamente poderão ser de grande ajuda.

Hábitos para tratar os fungos vaginais

Alimentação

Os fungos se alimentam de açúcar, por isso é importante reduzir ou até cortar temporariamente o seu consumo, se você estiver sentindo os sintomas de infecção vaginal. Evite doces, refrigerantes e pães feitos com fermento. Além disso, reduza o consumo de bebidas alcoólicas que contenham açúcar e, principalmente, de cerveja, que também contém fermento.

Higiene íntima

Este é um hábito que devemos ter sempre, mas que deve ser intensificado quando suspeitamos de uma infecção por fungos vaginais. Não use produtos perfumados na região íntima, já que eles podem causar irritação e piorar a situação. Lave-se todos os dias utilizando um sabonete suave e próprio para este fim, que pode ser encontrado em qualquer farmácia.

Mantenha-se sempre seca

Depois de sair do banho ou se lavar, é fundamental secar-se sempre muito bem. Os fungos se desenvolvem melhor em ambientes úmidos, por isso devemos nos manter sempre secas para evitar criar condições favoráveis ao seu crescimento.

Roupas íntimas

Evite usar calcinhas apertadas e feitas de materiais sintéticos. Dê prioridade, sempre que possível, para peças mais soltinhas, feitas de tecidos respiráveis. Se estiver com fungos vaginais, lave suas roupas íntimas usando um pouco de vinagre diluído em água, para eliminar qualquer vestígio deles nas calcinhas.

Outro ponto fundamental que não pode ser esquecido é a roupa de banho quando vamos à praia ou à piscina. Evite ficar muito tempo usando o biquíni molhado, já que ele cria as condições ideais para o aparecimento dos fungos.

Remédios caseiros para tratar os fungos vaginais:

Vinagre

O vinagre possui a capacidade de regular o pH da vagina, que no geral fica próximo de 4,5. Dessa forma, ele é naturalmente ácido, e deve ser mantido assim para evitar inflamações. No caso do pH vaginal estar em níveis anormais, o vinagre pode atuar como um ótimo aliado, já que aumenta a acidez da região.
Por esse motivo, um tratamento caseiro interessante para tratar os fungos vaginais é diluir um pouco de vinagre em água, e lavar a região íntima suavemente usando esta combinação. Você também pode fazer um banho de assento ou aplicar esta solução usando um pano.

Iogurte

Os iogurtes são capazes de aumentar os níveis de imunidade das mucosas intestinais e vaginais, por isso vale a pena incluí-los com mais frequência na dieta para prevenir os fungos. A presença de probióticos, bactérias do bem, também ajuda a combater infecções ativas na região íntima.
Você pode espalhar suavemente um pouco de iogurte na parte externa da vagina, para aliviar a coceira e a irritação e tratar a infecção. Outra alternativa é diluí-lo em água morna e aplicá-lo na região, fazendo um banho de assento ou usando um pano.

Alho

O alho é um dos mais poderosos anti-inflamatórios naturais, e suas propriedades antifúngicas são realmente impressionantes. Por esse motivo, ele pode atuar como um excelente aliado na luta para tratar os fungos vaginais.
Além de aumentar o seu consumo na dieta, outra opção para aproveitar os seus benefícios é bater um dente de alho no liquidificador junto com um litro de água. Esquente um pouco a água até que ela atinja uma temperatura morna, e aplique na região íntima através de um banho de assento.

Malva

A malva é uma planta medicinal que pode ser eficaz no tratamento de fungos vaginais, já que ajuda a combater todos os seus sintomas. Além de ser capaz de reduzir a inflamação no local, ela ainda nos proporciona um efeito calmante e analgésico, importante para lidarmos melhor com a coceira, o incômodo e a irritação característicos desta condição.
Para aproveitar seus benefícios, basta ferver algumas folhas de malva em 1 litro de água. Deixe esfriar, coe, e então faça um banho de assento com o líquido obtido. Se for mais fácil, você também pode aplicá-lo na região vaginal com a ajuda de um pano."
(Fonte da Pesquisa: Melhor com Saúde)

Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico.
domingo, 18 de junho de 2017
sexta-feira, 16 de junho de 2017
quarta-feira, 14 de junho de 2017
terça-feira, 13 de junho de 2017
quinta-feira, 8 de junho de 2017
segunda-feira, 5 de junho de 2017
sábado, 3 de junho de 2017
quinta-feira, 1 de junho de 2017

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *