domingo, 22 de novembro de 2020

Chá de Terramicina: antibiótico natural que combate cistite e herpes; combate a tosse; tem ação digestiva e depurativa; e outros.

A Terramicina é uma planta de cor arroxeada e muito comum no Brasil. Possui uma ação antibiótica, analgésica, cicatrizante, apresenta uma atividade ansiolítica, anticonvulsivo, depurativa e estimulante do fígado e da vesícula.
A terramicina combate fungos e bactérias, sendo muito eficiente no combate da Herpes, Demonstra uma apreciável atividade antitumoral e estimulante do sistema imunológico.
O Chá de Terramicina combate cistite, infecção intestinal, herpes, ansiedade e combate cólicas menstruais.
Alguns benefícios detalhados da terramicina à saúde, confira:

- Combate a tosse: A sabedoria popular já dizia desse benefício de acabar com a tosse, realmente é verdade. Na estação do inverno, principalmente, temos maior propensão em adoecer com gripes e resfriados e com eles vem a tosse.

-Ação digestiva e depurativa: A terramicina também tem como benefício sua ação digestiva e depurativa. Nos problemas gástricos, o chá de terramicina pode ser muito útil e também para a limpeza das toxinas do corpo.

-Diurético: O chá de terramicina também é um ótimo diurético, isso significa que ele pode ser bom para alguns problemas de saúde em que o aumento da eliminação da urina ajuda como a retenção de líquido e a celulite. -Cistite: Outro problema bem comum nas mulheres é a cistite, que é a inflamação da bexiga e que também chamamos simplesmente de infecção urinária. Por causa de sua ação diurética e anti-inflamatória, o chá de terramicina é um ótimo aliado na eliminação da bactéria Escherichia coli causadora da cistite.

-Ação antibiótica: Esse nome “terramicina” já nos remete a um famoso antibiótico, isso significa que esta plantinha recebeu esse nome justamente por causa de sua ação antibiótica, ou seja, combate inflamações.

-Sistema imunológico: Tomando o chá de terramicina você estará ajudando também o sistema de defesa que luta a todo instante contra os invasores do nosso corpo, é o nosso sistema imunológico responsável por nos manter longe das doenças.

Agora vamos ensinar como fazer o chá de terramicina:

Ferva um litro de água e coloque algumas folhas de terramicina, desligue o fogo e deixe tampado por 15 minutos. Beba uma xícara 3 vezes ao dia.

Fonte da Pesquisa: Google.com
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
sábado, 21 de novembro de 2020

Carambola: diminui o inchaço do corpo; previne gripes e resfriados; favorece o funcionamento intestinal; promove a hidratação; e outros.

A Carambola é uma fruta muito saborosa e que possui muitos benefícios à saúde. É uma fruta exótica e atrativa de uma espécie de árvore nativa da Índia. Os frutos são vistosos, com uma forma oblonga, possuem uma pele fina que varia de verde a amarelo, dependendo do grau de maturação. Quando imaturos são verdes, e atingem a cor amarela quando estão maduros e prontos para serem consumidos, possui um sabor doce e azedo.
A Carambola é rica em sais minerais (cálcio, fósforo e ferro), fonte de vitaminas A, C e do complexo B, é rica em antioxidantes, por ser uma potente fonte primária e secundária de polifenóis antioxidantes. Oferece diversos benefícios para a saúde tais como: auxilia no combate a febre, é eficaz contra escorbuto e também é utilizada como estimulador de apetite. As sementes trituradas servem como um sedativo em casos de asma e cólicas.
A carambola pode ser consumida comendo a fruta fresca, é utilizadas em saladas, sucos, no preparo de geleias, gelatinas e caldas, e o suco da fruta é utilizado como tempero.
Confira mais benefícios à saúde:

-Previne o envelhecimento precoce da pele: possui ação antioxidante que protege as células dos efeitos dos radicais livres, que podem causar problemas nas células que antecipam seu envelhecimento e até podem provocar doenças crônicas e estímulo ao organismo para produzir colágeno, proteína responsável por dar firmeza e elasticidade para a pele.

- Previne gripes e resfriados: A carambola é uma fruta rica em vitamina C, substância responsável por diminuir as infecções no organismo e combater as mais variadas enfermidades. Em época do ano, em que as temperaturas estão mais baixas, é comum o aparecimento de resfriados devido a baixa imunidade, sendo assim, a carambola pode ajudar a deixar o corpo saudável e fortalece o sistema imunológico.

- Favorece o funcionamento intestinal: Rica em fibras alimentares, a carambola faz com que o intestino funcione corretamente, prevenindo a constipação, a prisão de ventre e também ajuda o processo digestivo dos alimentos. -Promove a hidratação: A carambola possui um alto teor de água em sua composição, o consumo ajuda a hidratar a pele e o organismo, evitando ressecamentos e contribuindo com a quantidade de líquidos que deve ser ingerida diariamente.

-Contribui para a perda de peso: A fruta possui pouquíssimas calorias, baixo teor de gordura, fibras e muita água em sua composição, fazendo com que o seu consumo proporcione saciedade, sem aumentar o número de calorias no corpo.

-Saúde do coração: Por ser rica em fibras, pobre em colesterol, o consumo da fruta é associado ao bem-estar do coração, já que ajuda a prevenir as doenças cardiovasculares. Além disso, também é possível encontrar o potássio na composição da carambola, mineral responsável por regular a pressão arterial e controlar os níveis de colesterol.

- Diminui o inchaço do corpo: Para quem tem problemas com a retenção de líquido ou aquela sensação de inchaço, mesmo sem ter passado dos limites na hora da refeição, a carambola é uma fruta diurética que promove a produção da urina.

Contra-Indicações:

A carambola mesmo sendo rica em diversos nutrientes e trazendo tantos benefícios à saúde, pacientes com problemas renais crônicos não devem ingerir a carambola, isto porque a fruta conta com a enzima caramboxina que não é filtrada pelos rins. O excesso da caramboxina pode atingir o cérebro e ocasionar vômito, confusão mental, agitação psicomotora, convulsões e levar até mesmo à morte.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Aprenda usar a babosa, também conhecida como Aloé Vera, na pele e nos cabelos.

A babosa é uma planta medicinal, também conhecida como Aloé Vera, usada desde antigamente para garantir a saúde e o crescimento dos fios. O gel da babosa penetra nos fios com facilidade, fornecendo nutrientes para os folículos capilar, é excelente para o couro cabeludo.
A Babosa é um dos melhores remédios naturais para a pele. É que o ácido málico, presente na Aloe vera, melhora a elasticidade da pele, deixando-a mais firme e sem flacidez.
Como usar no cabelo:

-Tratar a queda de cabelo: A babosa ajuda na produção de colágeno e, por isso, ajuda a fixar melhor os fios de cabelo no couro cabeludo. Além disso, por possuir minerais e água, fortalece todo o fio, tornando-o mais forte e menos quebradiço.

- Hidratar o cabelo e estimular o crescimento: A babosa possui enzimas que ajudam a remover as células mortas do couro cabeludo, além de ser uma ótima fonte de hidratação e minerais para os fios e couro cabeludo. Dessa forma, o cabelo cresce mais rápido e forte.

- Eliminar a caspa: Por conter enzimas que eliminam as células mortas, a babosa, é uma planta que pode ser usada no tratamento da caspa, uma vez que a caspa é formada por placas de células mortas.

Corte o pedaço de babosa e passe o gel no cabelo, massageie o couro cabeludo por cerca de 5 minutos e depois deixe repousar por 30 minutos. Por fim, lave o cabelo normalmente e use 1 vez por semana.

Como usar na pele:

- Remover a maquiagem: A babosa é uma forma natural de remover a maquiagem da pele, pois não utiliza químicos e hidrata a pele, ao mesmo tempo que alivia a irritação provocada pelas substâncias da maquiagem. Coloque um pouco do gel da folha da babosa em um pedaço de algodão e, depois, esfregar levemente sobre as regiões do rosto com maquiagem. Por fim, lavar o rosto com água morna e um sabão neutro. -Combater as rugas: Esta planta possui propriedades que estimulam a produção de colágeno pela pele, que é a substância responsável por manter sua elasticidade. Assim, quando utilizada regularmente, a babosa pode diminuir a profundidade das rugas e até eliminar algumas marcas de expressão, nos olhos, testa ou boca.
Aplique com os dedos, uma pequena porção de gel de babosa sobre os locais das rugas e marcas de expressão, como o canto dos olhos, ao redor dos lábios ou na testa. Faça uma leve massagem sobre esses locais e deixe atuar por 5 a 10 minutos. Por fim, remova com água fria e um sabão neutro.

-Limpar as camadas profundas da pele: A babosa funciona como uma excelente base para um esfoliante, pois além de hidratar a pele, fornece oxigênio importante para manter as células mais profundas fortes.
Misture 2 colheres (de sopa) de gel de babosa com 1 colher (de sopa) de açúcar ou bicarbonato de sódio. Depois, esfregar a mistura no rosto ou em outras partes mais secas da pele, como cotovelos ou joelhos, por exemplo. Remover com água e um sabão neutro e repetir 2 a 3 vezes por semana.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)

sábado, 3 de outubro de 2020

Brócolis: ajuda na digestão; desintoxica; aumenta a defesa do organismo; diminui o colesterol; e outros.

O brócolis é um vegetal muito saboroso e possui muitos benefícios à saúde, possui pouquíssimas calorias, um alto teor de vitaminas e nutrientes, como vitaminas B, C, K e A, fibras, folatos, potássio, selênio, manganês, triptofano e fósforo.
O brócolis pode ser consumido cozido e refogado, e tem pessoas que gostam de fazer a salada dele cru, porque desta forma não perde os nutrientes, e também pode ser usado na preparação de suco naturais, juntamente com laranja, melão ou cenoura.
Vamos conferir os benefícios do brócolis à saúde:

-Aumenta as defesas do organismo: Devido à sua quantidade de vitamina C, glucosinolatos e selênio, o consumo de brócolis, regularmente, ajuda a aumentar as defesas do organismo e a melhorar o sistema imune, assim como proteger o organismo contra infecções.
-Desintoxicação: Os brotos de brócolis possuem quantidades de enzimas protetoras que podem ser eficazes na desintoxicação.

-Saúde do coração: Elimina o colesterol e ajuda a manter o coração saudável, fortalecendo os vasos sanguíneos.
As fibras ajudam a manter o movimento intestinal estável e a preservar as bactérias saudáveis do intestino.

-Saúde dos olhos: A luteína e a zeaxantina são carotenóides altamente reverenciados por suas propriedades de aumento da visão.
Esses dois nutrientes são encontrados no brócolis e demonstraram ser eficazes na proteção contra degeneração macular e catarata, duas doenças oculares debilitantes que afetam severamente a visão e a qualidade de vida.

- Anti-inflamatório: O brócolis é um excelente anti-inflamatório que pode ajudar a reduzir os efeitos do dano articular causado pela osteoartrite.

-Diminui o colesterol: devido ao seu alto conteúdo de fibras solúveis, que se ligam ao colesterol no sangue.

-Digestão: possui alta concentração de fibras, ajudando na digestão.

-Previne o Câncer: O benefício de saúde mais amplamente relatado do brócolis pode estar em seu potencial para combater o câncer.
Muitos estudos forneceram evidências de efeitos protetores que os brotos de brócolis têm contra o câncer.
As propriedades quimiopreventivas do sulforafano têm sido extensivamente estudadas e pesquisas sobre os efeitos do sulforafano nas células-tronco cancerosas (CSCs) têm sido conduzidas.
Pesquisadores descobriram que o sulforafano pode inibir uma enzima envolvida na progressão de células cancerosas.
Consumir alimentos que contenham este fitonutriente, como o brócolis, pode ser uma arma poderosa na prevenção do câncer.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
sábado, 29 de agosto de 2020

Rúcula: previne a anemia; ajuda a combater a osteoporose; melhora a saúde do coração; combate e trata a prisão de ventre; e outros.


A rúcula é uma hortaliça que pra quem gosta é muito deliciosa, tem sabor forte, picante e amargo, de cor verde-escura, é parente da couve, couve-flor e brócolis e é recomendado ser consumida com frequência devido as suas propriedades nutricionais. Possui vitaminas A, C e K além de cálcio, ferro, fósforo, magnésio e potássio.
A salada de rúcula é um dos alimentos mais ricos em nutrientes que você pode comer, especialmente quando você adiciona outros vegetais à mistura.
A Rúcula tem baixa calorias e é rica em fibras, por isso um dos seus principais benefícios é combater e tratar a prisão de ventre.

Vamos conferir outros benefícios da rúcula à saúde:

-Previne a anemia por ser rica em ferro;

-Melhora a saúde do coração: A rúcula é capaz de melhorar a saúde dos vasos sanguíneos, agindo como um alimento anti-inflamatório que reduz os níveis de colesterol e homocisteína;

- Estimula o sistema imunológico e tem um grande impacto nutricional, principalmente devido ao seu pequeno número de calorias.

- Ajudar a controlar a diabetes, pois não tem açúcar;

- Combate o colesterol e triglicerídeos altos porque, além de fibras, quase não tem gordura;

- Ajuda a manter os ossos fortes: a rúcula também é rica em vitamina K , que é essencial para a saúde óssea e também para ajudar na formação de coágulos sanguíneos; - Ajuda a combater a osteoporose porque é uma verdura rica em cálcio;

- Ajudar a perder peso, pois as fibras ajudam a diminuir o apetite;

- Previne o câncer do intestino porque, além de fibras, tem também a substância indol, importante para combater este tipo de câncer;

- Previne catarata: contém luteína e zeaxantina, substâncias importantes para a saúde dos olhos;

- As fibras da rúcula também ajudam a prevenir doenças inflamatórias no intestino, como a diverticulite.

Vegetais verdes folhosos como a rúcula fornecem nutrientes desintoxicantes e fibras alimentares, que ajudam a preenchê-lo, evitam deficiências e fornecem energia contínua.

Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista) 
domingo, 2 de agosto de 2020

Dica com leite para fritar o bife de fígado, tira o cheiro forte e deixa-o macio. Aprenda e confira também os seus benefícios à saúde.


Para quem gosta, o fígado bovino é delicioso e ainda possui muitos benefícios à saúde.
O fígado bovino é um dos poucos alimentos que é fonte natural de vitamina D, fornecendo 12% da quantidade recomendada diária por porção de 100 gramas. A vitamina D tem um papel importante na saúde dos ossos, no sistema imune e na redução de inflamação nas juntas. Também é rico em vitaminas A, B e rico em Ferro, a forma mais facilmente absorvida do ferro vem de carnes como carne bovina, peixes e frango, o ferro é crítico para a distribuição de oxigênio através do corpo e a deficiência de ferro, ou anemia, pode causar fadiga, arritmias cardíacas, entre outras coisas. O fígado também tem baixa calorias, pessoas que estão em dieta de restrição podem optar pelo fígado bovino, à medida que é um alimento com uma quantidade relativamente baixa de calorias e muito rico em nutrientes.
Preparo do bife de fígado:

Corte os bifes bem finos do fígado ou em tirinhas, porque quanto mais fino, mais fácil o preparo e menos forte o sabor.
Agora vamos ensinar a você um jeito simples para fritar o bife de fígado que tira o cheiro forte e deixa-o macio.

Para que o bife de fígado fique bem macio, nunca molhe na água (porém, eu gosto de lavar ele antes, rsrs). Deixe a carne de molho no leite frio marinando algum tempo antes de fazer, depois de meia hora tempere e frite o bife em gordura bem quente, acrescente cebola e cebolinha verde, fica delicioso.
Outra dica: antes de temperar o fígado, deixe durante 15 minutos no suco de laranja para eliminar a acidez e evitar que fique ressecado. Depois, tempere conforme a receita: em bifes, iscas ou ensopadinhos.

Alerta: O consumo excessivo de fígado pode piorar problemas como gota e colesterol alto devido ao seu elevado teor de colesterol, além de poder prejudicar o desenvolvimento do feto durante a gravidez devido ao excesso de vitamina A.

Fonte da Pesquisa: www.google.com
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
domingo, 5 de julho de 2020

Chá de Funcho: aliado em especial à saúde feminina; reduz o inchaço do corpo; alivia transtornos digestivos, desintoxica o fígado e o baço; combate o mau hálito; e outros.


O funcho é uma planta medicinal também conhecida e chamada de erva-doce, o seu nome científico é Foeniculum vulgare, trata-se de uma planta que mede até 2,5m de altura e pode ser comprada em lojas de produtos naturais e farmácias como sementes, flores e folhas secas; e possui um aroma muito gostoso. É uma planta rica em fibras, vitaminas A, B e C, cálcio, ferro, fósforo, potássio, sobre, sódio e zinco. Possui também propriedades anti-espasmódicas sendo muito eficaz no combate aos distúrbios gastrointestinais. O funcho é capaz de melhorar a digestão, combater os gases e pode ser utilizado por todas as idades.
O chá de Funcho possui propriedades que ajudam no combate de problemas gastrointestinais, reduzir dores menstruais, prevenir o mau hálito, reduzir ansiedade, ajuda eliminar excessos no corpo e melhora digestão.
Além de ser utilizado o chá, o funcho também pode ser usado para temperar saladas e na preparação de pratos doces ou picantes gratinados ou refogados.
O funcho possui propriedades anti-inflamatórias, estimulantes, digestivas e diuréticas.
Os principais benefícios do funcho para saúde são:

-Combate o Mau Hálito;
-Alivia Cólicas Intestinais e cólicas menstruais;
-Diminui o apetite e Favorece o Emagrecimento;
-Previne Problemas Cardíacos:
-Combate dores no estômago;
-Combate o Colesterol Ruim;
-Alivia transtornos digestivos;
-Elimina gases;
-Combate a bronquite e a gripe por soltar o catarro;
-Alivia os vômitos;
-Combate a dor de garganta e laringite;
-Desintoxica o fígado e o baço,
-Combate infecções urinárias;
-Combate a diarréia;
-Reduz o Inchaço do Corpo;
-Elimina vermes intestinais;
-Ajuda a aliviar as dores de cabeça e a tensão;
-Alivia dores musculares.
Como preparar o chá de funcho:

Ingredientes:

1 litro de água fervente
1 colher (sopa) de sementes de funcho ou um punhado de folhas verdes frescas.

Modo de preparo:

Ferva a água, desligue o fogo e coloque as sementes ou as folhas frescas do funcho, tampe e deixe por uns 5 minutos. Espere ficar morno, coe e está pronto para beber.

O funcho oferece diversos benefícios em especial para a saúde feminina, já que esta planta regula o ciclo menstrual e também ameniza os sintomas e desconfortos típicos da menstruação.
Entre os benefícios do funcho, destaca-se o fato de ele favorecer a digestão por meio de suas propriedades relaxantes, promovendo o melhor funcionamento das funções digestivas.

Efeitos Colaterais: Não é recomendado para mulheres que amamentam.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
quinta-feira, 25 de junho de 2020

Canjica Tradicional.


Deliciosa Canjica Tradicional, super simples e fácil de fazer.

Ingredientes:

500 gramas de milho de canjica (branca ou da amarela)
2 copos (americano) de açúcar
1 litro de leite
1 copo (americano) de amendoim torrado e tirado a casquinha
Modo de Preparo:

Deixe a canjica de molho da noite para o dia. Depois escorra a água e coloque a canjica numa panela de pressão, cubra totalmente com água (5 dedos acima da canjica) e leve ao fogo e deixe por mais ou menos 20 minutos após pegar a pressão.
Apague o fogo, retire a pressão e coloque o leite, o açúcar e o amendoim.
Ferva em fogo baixo até a canjica ficar cremosa.
Depois de pronta coloque em potinhos e agora é só saborear esta deliciosa canjica.

Dica: Quem gostar da canjica mais ou menos doce é só acrescentar ou diminuir o açúcar.

Créditos da Foto: Andréa Ribeiro - Receita testada e aprovada.
segunda-feira, 22 de junho de 2020

Urucum: corante natural que possui ação antioxidante; inibe o crescimento de bactérias, incluindo Escherichia coli e Staphylococcus aureus; diminui inflamações; e outros.


Urucum: corante natural que possui ação antioxidante; inibe o crescimento de bactérias, incluindo Escherichia coli e Staphylococcus aureus; diminui inflamações; e outros.

O urucum, também conhecido como o colorau é muito usado para colorir os alimentos aqui no Brasil. Em pó é encontrado em feiras e mercados, podendo substituir a massa de tomate e fica delicioso. O urucum é o fruto do urucuzeiro nativo da América tropical rico em carotenóides, vitaminas A, C, B2 e B3, cálcio, ferro, fósforo e aminoácidos; contém também cianidina, ácido elágico e salicílico, saponinas, taninos e fitoquímicos. Seus componentes ajudam na prevenção de doenças crônicas e intestinais.
As sementes do urucum são usadas tradicionalmente por índios brasileiros e peruanos como matéria-prima para tintas vermelhas, protetor solar, repelente e item religioso de agradecimento pelas colheitas e pesca.
Suas sementes e folhas possuem atividade diurética (melhora a função renal), adstringente e antibacteriana. Dentre as substâncias antioxidantes presente na semente pode-se citar o tocoferol e tocotrienol. Promove alívio de azia, indigestão e desconforto estomacal. Possui também propriedades expectorantes combatendo o muco e as doenças respiratórias.
A ação antioxidante dessas duas substâncias deve-se principalmente à capacidade em doar seus hidrogênios fenólicos aos radicais livres, e com isso impedir a oxidação dos lipídeos. O uso da tintura ajuda no tratamento de doenças venéreas, controlar os sintomas da menopausa, melhorar a libido sexual, e para diminuir suores noturnos, dores, ou inchaço.
Atualmente o urucum é mundialmente utilizado como corante para diversos fins, principalmente na indústria alimentícia. Estima-se que o urucum está presente em 70% dos corantes dos alimentos. Ele é uma alternativa natural ao corante artificial cancerígeno anilina e, por não ter sabor, pode ser em diversos alimentos.

Vamos conferir os seus benefícios à saúde:

-Rico em antioxidantes: O urucum contém vários compostos vegetais com propriedades antioxidantes, incluindo carotenoides, terpenoides, flavonoides e tocotrienois. Esses compostos ajudam a neutralizar as moléculas potencialmente prejudiciais conhecidas como radicais livres, que podem danificar as células e levar ao desenvolvimento de doenças crônicas, como câncer, distúrbios cerebrais, doenças cardíacas e diabetes.
Estudos realizados mostraram que os extratos de urucum inibem o crescimento de várias bactérias, incluindo Staphylococcus aureus e Escherichia coli, outro estudo mostrou que o urucum matou vários fungos, incluindo Aspergillus niger, Neurospora sitophila e Rhizopus stolonifer.

-Ajuda a combater o câncer: O extrato do urucum pode suprimir o crescimento de células cancerígenas e induzir a morte celular em células de câncer de próstata, pâncreas, fígado e pele, entre outros tipos de câncer.
-Saúde dos olhos: O urucum é rico em carotenoides, que são substâncias que ajudam a promover a saúde ocular .Esses carotenoides são particularmente a bixina e a norbixina, que são encontradas na camada externa da semente. Em um estudo em animais, a suplementação com norbixina por três meses reduziu o acúmulo do composto N-retinilideno-N-retiniletanolamina (A2E), que foi associado à degeneração macular relacionada à idade. Essa doença é a principal causa de cegueira em adultos e pode se desenvolver com o uso da luz azul.

-Saúde do coração: O urucum é uma boa fonte de compostos da família da vitamina E chamados tocotrienóis, que podem proteger contra problemas cardíacos relacionados à idade.

-Diminui inflamações: Vários estudos em tubo de ensaio indicam que os compostos do urucum podem reduzir numerosos marcadores de inflamação.

Atenção: Em geral, o urucum parece ser seguro para a maioria das pessoas Entretanto, algumas pessoas podem apresentar reações alérgicas, especialmente se tiverem alergias a plantas da família Bixaceae.
Os sintomas da alergia ao urucum incluem coceira, inchaço, pressão arterial baixa, urticária, dor de estômago e sintomas da Síndrome do Intestino Irritável (SII).
Mulheres grávidas ou amamentando não devem consumi-lo em quantidades superiores às normalmente encontradas em alimentos, pois não há estudos suficientes sobre sua segurança nessas populações.
Se sentir algum efeito colateral desconfortável ao consumir o urucum ou produtos que o contenham, pare imediatamente de consumi-lo e fale com o seu médico.

Fonte da Pesquisa: Google.com
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
segunda-feira, 8 de junho de 2020

Berinjó: contribui para reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue; melhora os problemas hepáticos, distúrbios do fígado e outros.


Berinjó: contribui para reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue; melhora os problemas hepáticos, distúrbios do fígado e outros.
Jiló Gigante Jaíba também conhecido como Berinjó e como jinjilo em algumas regiões do Brasil. Bem diferente e parecido com a berinjela, não amarga e o gosto lembra muito abobrinha. Os frutos são de diâmetro entre 8 e 10 cm e pesam, em média, de 400 a 500 gramas. De coloração verde-clara brilhante a amarelo-ouro, o Berinjó foi desenvolvido, principalmente, para os mercados da região Sudeste, especialmente São Paulo e Minas Gerais.
A germinação acontece entre 6 e 14 dias e a época de semeadura é no verão.
O Berinjó é um fruto da família das solanáceas, a mesma da berinjela. Sua origem ainda é desconhecida, mas é abundante no Brasil e na África. Aqui no nosso país, é muito comum na região Sudeste, sendo Rio de Janeiro o estado que mais produz. É uma planta anual, de clima quente. A época de plantio ocorre normalmente de setembro a fevereiro. O melhor desenvolvimento da planta se dá em solos areno-argilosos, mas também é adaptável a outros tipos. A colheita, que ocorre deve ser realizada com os frutos ainda imaturos, já que os maduros não são adequados para o consumo. O Berinjó é um fruto que possui muitos benefícios à saúde, ele é concentrado em vitaminas A, do complexo B e C, carboidratos (3 a 6%) e proteínas (1,4%). Contém minerais, cálcio, ferro e magnésio.

O Berinjó possui substâncias como os flavonóides, alcalóides e esteróides, que contribuem para reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue e evita o acúmulo; melhora os problemas hepáticos, distúrbios do fígado e dispepsia biliar; obesidade e diabetes; colabora para o tratamento de anemia por falta de ferro; alivia prisão de ventre e problemas intestinais.

O Berinjó possui baixo valor calórico (40 calorias em 100 gramas). Ele é muito apreciado na culinária brasileira, sendo consumido cozido, frito, grelhado e também como ingrediente de várias receitas e é muito delicioso.

Fonte da Pesquisa: Google.com
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
quarta-feira, 3 de junho de 2020

Consumo de tomate: ajuda a manter a pele saudável; reduz problemas capilares; diminui dores crônicas; previne o câncer; e outros.


O tomate é um fruto muito saboroso e possui muitos benefícios à saúde.
O tomate é arredondado e de cor vermelha, ele é rico em vitamina C, tem também sais minerais como fósforo, potássio e magnésio; é também rico em licopeno, um agente antioxidante e anticancerígeno que intervém nas reações em cadeia das moléculas de radicais livres, retarda o envelhecimento e pode proteger contra o câncer, inclusive o de próstata e de estômago, possui muitos benefícios para manter a pele saudável.
O tomate é consumido através de salada e também como molho para um delicioso macarrão, um purê e outros.
Confira os benefícios do tomate à saúde:

-Para manter a pele sempre saudável: O consumo frequente do alimento ajuda na textura e na saúde da sua pele, já que ajuda a minimizar poros dilatados, curar a acne e erupções cutâneas ou tratar pequenas queimaduras.

-Age como Protetor Solar: O tomate é rico em licopeno, um antioxidante que ajuda a proteger a pele dos danos causados pela luz do sol. Uma vez no organismo, o licopeno torna a pele menos sensível aos danos dos raios ultravioletas, uma das principais causas de linhas finas e rugas no rosto.

-Melhora a visão: Com uma alta quantidade de vitaminas A e C, o fruto melhora bastante a visão e ainda pode reduzir o risco de desenvolver cataratas.

-Saúde dos ossos: Devido à presença de vitamina K e cálcio, o tomate ajuda a fortalecer e reparar os ossos. O licopeno presente na composição do alimento ajuda a melhorar a massa óssea, uma ótima maneira de combater a osteoporose.
-Reduz problemas capilares: A acidez e vitaminas do tomate ajudam no equilíbrio dos níveis de pH no seu cabelo, além de fortalecer, proporciona brilho para fios opacos, danificados e sem vida.

-Ajuda a reduzir níveis de açúcar no sangue: É fonte do mineral cromo, que pode ajudar os diabéticos a regular os níveis de açúcar no sangue. Além disso, por ser um alimento de baixa caloria, se torna um aliado para as pessoas que estão tentando perder peso.

-Previne o câncer: Conforme estudos sugere que comer mais tomates reduz o risco da doença em órgãos como próstata, pulmão e estômago, entre outros.

-Diminui a pressão arterial: O licopeno, a Vitamina C e outros antioxidantes presentes no fruto são conhecidos por melhorar a saúde cardiovascular. Outro fator importante é que o tomate é rico em potássio, ajudando a baixar a pressão arterial.

-Diminui dores crônicas: Devido à presença de agentes anti-inflamatórios como bioflavonoides e carotenoides, tomates podem reduzir dores crônicas. O consumo do fruto ajuda a reduzir a inflamação e ainda traz alívio da dor.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
domingo, 17 de maio de 2020

Maracujá: alivia a asma; trata a depressão, ansiedade e insônia; regula a pressão sanguínea; melhora a circulação, o sistema imunológico e o sistema digestivo; e outros.


O maracujá é um fruto muito conhecido por ter poderes calmantes, mas não é só este benefício que possui a saúde; o maracujá possui muitos nutrientes, tem uma forte ação antioxidante e pouquíssimas calorias, é rico em vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, fósforo, sódio e potássio, possui bastante vitamina A e C e muita fibra solúvel.
O maracujá amarelo tem sabor mais ácido, enquanto a variedade de casca roxa é mais aromática e tem sabor igualmente forte.
Dependendo da cor, há uma pequena diferença no conteúdo nutricional da fruta, mas os valores estão sempre próximos.
Não é só a polpa que pode ser utilizada, de acordo estudos mostra que a casca do maracujá evita os picos de insulina, combate o mau colesterol e ainda ajuda a emagrecer; ela é rica em pectina, um tipo de fibra que arrasta gorduras para fora do organismo. É consumida na forma de farinha, misturada em sucos e iogurtes.
Já nas sementes pode ser encontrado um óleo com boa quantidade de ácidos graxos, muito apropriado para uso na cozinha ou até em cosméticos, graças à sua ação emoliente e antioxidante. Trituradas, entram na fabricação de esfoliantes. Já o óleo extraído delas serve para temperar saladas
Já as folhas do maracujazeiro possuem benefícios iguais. Nelas fica a maior parte dos ativos por trás da ação tranquilizante. Com elas são feitos medicamentos e chás. Mesmo quem não aprecia o gosto pode tirar proveito de sua ação calmante usando a infusão como base de sucos.
O Fruto é rico em nutrientes e pode ser consumido através de sucos, e também o seu suco é ingrediente precioso em receitas como musses, bolos, molhos para salada, vinagretes e até farofas.

Confira os benefícios do maracujá à saúde:

-É um ótimo calmante natural para o organismo humano e ajuda a manter o bom humor: tanto a fruta quanto a flor do maracujá contêm alcalóides medicinais e fitonutrientes conhecidos por terem propriedades sedativas leves. Verificou-se que a ingestão da fruta relaxa o sistema nervoso e induz o sono. Sua ingestão potencializa a manutenção do humor de forma tão eficaz que muitos médicos já estão receitando suplementos naturais à base de maracujá para tratar problemas como depressão, ansiedade e insônia.

-Prevenção e combate contra o câncer: o maracujá é um poderoso aliado da saúde do sistema imunológico e fonte de propriedades anticancerígenas. Os antioxidantes presentes no maracujá agem eliminando os radicais livres, que são conhecidos por causarem mutação em células saudáveis, transformando-as em potenciais células cancerosas.
Esta fruta também contém vitamina A e vários flavonóides e compostos fenólicos que têm sido associados ao combate de tumores de boca e de pulmão.
Os flavonóides do maracujá fornecem antioxidantes ao corpo e ajudam a proteger contra diversos tipos de câncer. Estudos recentes também mostraram que em doentes com câncer, uma dieta com base em flavonóides pode ajudar a eliminar as células doentes.

- Melhora o sistema imunológico: A imunidade é o sistema de defesa do nosso corpo contra vários agentes patogênicos como vírus, bactérias, toxinas, e outros, que levam o corpo a doenças e infecções. Nosso sistema imunológico é responsável pela nossa imunidade. Ele identifica ameaças e elimina-as antes que provoquem danos significativos ao nosso corpo.
A vitamina C e a beta-criptoxantina presentes na fruta são responsáveis por esses benefícios do maracujá ao sistema imunológico.

-Melhora a digestão: O maracujá tem uma elevada quantidade de fibras, especialmente fibras solúveis. Uma única fruta pode fornecer quase o total da necessidade diária do nosso corpo. As fibras melhoram a capacidade do corpo de absorver os nutrientes dos alimentos, aumentam o efeito laxante no intestino e melhoram a digestão.
Elas absorvem água e amolecem o bolo fecal de modo a garantir uma evacuação saudável, além de mover a comida mais rapidamente através do trato digestivo, reduzindo o tempo de exposição do cólon a toxinas.
Além das fibras, o maracujá também tem alto teor de água, ideal para melhorar a digestão.
Ele também estimula a digestão através de enzimas que aumentam a quantidade de sucos gástricos produzidos no estômago, por isso é conhecido por aliviar muitas doenças gástricas.

-Aumenta a hemoglobina no sangue: O maracujá contém uma quantidade elevada de ferro, cerca de 20% do total que precisamos diariamente. Ele também possui vitamina C, vital para a absorção de ferro no corpo. Uma combinação perfeita para manter os níveis ideais de ferro e hemoglobina no sangue.
-Ajuda na saúde dos olhos: Além de proteger contra o câncer, a vitamina A também trás os benefícios do maracujá à saúde dos olhos, incluindo a prevenção da degeneração macular, a catarata e a cegueira noturna. Os benefícios do maracujá para a saúde dos olhos já foram provados. Ele contém uma grande quantidade de antioxidantes, como a vitamina A, a vitamina C e os flavonóides. Estes nutrientes protegem os olhos dos danos causados por radicais livres e cuidam das membranas e mucosas que o compõem.

-Regula a pressão sanguínea: Devido ao alto teor de potássio e o baixo teor de sódio do maracujá, ele é um alimento altamente eficaz na proteção contra a pressão alta.
O potássio é um mineral essencial no corpo humano por várias razões, uma das quais é o seu papel como vasodilatador. Ele relaxa a tensão dos vasos sanguíneos e promove o aumento do fluxo sanguíneo. Isto reduz a pressão sobre o coração e aumenta a saúde cardiovascular global.
O potássio também regula o equilíbrio de eletrólitos e controla a função muscular de todo o nosso corpo, incluindo os músculos do coração. Este controle também evita a libertação de cálcio para a corrente sanguínea. Quando liberado em excesso, o cálcio pode causar bloqueios nas artérias, levando a doenças do coração.

-Alivia a asma: Estudos mostraram que uma combinação de extratos de casca de maracujá pode compor uma mistura que tem efeito expectorante, sedativo e calmante sobre o sistema respiratório. A casca do maracujá pode trazer alívio para pacientes com asma, respiração ruidosa e tosse compulsiva. Acredita-se que este efeito se deva às propriedades antialérgicas, antioxidantes e anti-inflamatórias do maracujá.
Os flavonóides do maracujá roxo são particularmente úteis para melhorar os sintomas de asma e estudos falam inclusive que o extrato das cascas desta espécie de maracujá poderia substituir os medicamentos convencionais para asma no futuro.

-Melhora a circulação: A combinação do alto teor de ferro e cobre contidos no maracujá aliada às propriedades vasodilatadoras do potássio pode realmente impactar a composição do nosso sangue e todo o sistema circulatório.
Ferro e cobre são componentes essenciais na produção de glóbulos vermelhos, desta forma, uma vez que a contagem de glóbulos vermelhos aumenta, os vasos sanguíneos se dilatam e o sangue permanece bem oxigenado e pode fluir livremente para todas as áreas necessárias do corpo. O fluxo sanguíneo saudável é essencial para a eficiência da atividade metabólica em todos os sistemas de órgãos do nosso corpo.

-Ajuda a manter as células do cólon saudáveis: As fibras solúveis encontradas na fruta limpam as toxinas que podem ser armazenadas no cólon, trazendo benefícios do maracujá como a regulação e facilitação dos movimentos do intestino.

Chá das folhas do maracujá:

O chá de folhas de maracujá é rico em antioxidantes, aminoácidos, vitaminas B, C e E, e minerais como magnésio e potássio. Seus principais benefícios à saúde são: redução do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares; proporciona relaxamento; melhora a digestão; pode ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento de tumores devido ao seu teor de antioxidantes; fortalece o sistema imunológico e combate o envelhecimento precoce.

Modo de preparo:

Coloque 2 folhas secas ou folhas frescas de maracujá, ou uma colher de sopa de folhas triturada em um copo de água fervida (200ml). Deixe descansar por cerca de 5 minutos, coe e adoce com mel ou açúcar de acordo com a sua preferência. O chá pode ser tomado quente ou frio 2 vezes ao dia.

O maracujá é contra-indicado em casos de pressão baixa: pela ação sedativa do maracujá, a pressão pode cair ainda mais. Embora não tenha sido listado nenhum efeito colateral grave relacionado à ingestão deste chá, não é recomendado que ele seja ingerido por mulheres grávidas, lactantes e diabéticos.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)

Leite com Alho: Medicamento Natural para tosse, asma, pneumonia, tuberculose, problemas cardíacos, insônia, artrite e outros.


Parece um pouco estranha esta mistura, mas ela é muito eficaz, esta bebida que funciona como um medicamento natural  é excelente para a saúde em geral. Esta bebida é feita com uma mistura de leite quente com alho.

INGREDIENTES:

500 ml de leite
8 dentes de alho descascados e picados
2 ou 3 colheres de chá de açúcar
250 ml de água

MODO DE PREPARO:

Coloque em uma panela a água e o leite. Adicione o alho e coloque a panela no fogo. Espere até a mistura começar a ferver. Mantenha o fogo na temperatura média, sem parar de mexer até que metade inicial da mistura evapore. Coe e acrescente o açúcar à mistura. Esta bebida é melhor quando servida quente.
BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE:

Asma: Consumir dois dentes de alho todas as noites você vai aliar os sintomas da asma.

Pneumonia: Consumir 1 copo duas vezes por dia vai ajudar a tratar a pneumonia.

Problemas cardíacos: esta bebida reduz eficazmente os níveis de colesterol LDL, também conhecido como o mau colesterol, evitando a formação de coágulos, melhorando, assim, o sistema circulatório.

Curar icterícia: o alho é ótimo para eliminação das toxinas indesejadas do corpo. Esta propriedade é devido ao fato de que o alho ativa as enzimas do fígado.

Artrite: Consuma 2 copos diariamente, você reduzirá os sintomas da artrite, incluindo a inflamação e a dor.

Insônia: ajuda a aliviar os problemas de sono, devido aos compostos calmantes contidos no alho.

Tosse: combinado com açafrão, esta bebida é excelente para o tratamento da tosse persistente. 
O alho tem efeitos antibacterianos potentes, o que o torna um incrível remédio contra a tosse. Você pode também adicionar mel a mistura, assim você terá um excelente expectorante para se livrar da tosse. Tuberculose dos pulmões: esta mistura é muito benéfica para o tratamento de doenças do tórax. Os componentes de enxofre do alho faz este remédio ser muito eficaz e ajuda no tratamento.

Colesterol: Consuma a bebida quente continuamente por uma semana, você vai reduzir os níveis de lipoproteína de baixa densidade (LDL), ou o mau colesterol, e você irá aumentar os níveis de lipoproteína de alta densidade (HDL), ou o bom colesterol em seu corpo.

Saúde digestiva: as poderosas propriedades antissépticas do alho torna-o muito eficiente quando se trata de impulsionar o sistema imunológico e manter a saúde digestiva.

Você pode acrescentar esta receita no seu dia a dia de maneira muito simples, recomenda-se pela manhã e a noite ao deitar, mas você pode bebê-la na hora em que achar necessário, não existe regras para seu consumo. Tome de 1 a 2 copos (americano) por dia e pode ir variando de acordo com seu gosto.

Obs: Eu já testei esta bebida para tosse, e percebi que houve uma melhora na tosse,  principalmente acalma a tosse durante noite.

Créditos da Foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre o seu médico)
quarta-feira, 6 de maio de 2020

Delicioso Bolo de Maçã.


Bolo de Maçã.

INGREDIENTES:

2 maçãs descascadas e raladas
1 ovo
1 copo americano de açúcar
2 copos americano de farinha de trigo
½ copo americano de óleo
1 pitada de sal
1 colher de sopa de fermento em pó
MODO DE PREPARO.

Em uma vasilha coloque o ovo e o açúcar, bata até misturar, depois acrescente a maçã e o óleo e misture, coloque a pitada de sal e a farinha de trigo, misture e bata por alguns minutos, coloque o fermento em pó e misture. Coloque para assar em uma forma untada em forno médio por mais ou menos 20 a 30 minutos.

Obs: A massa fica mais firme mesmo e não é batida no liquidificador ou batedeira, é com a colher.

Créditos da Foto: Andréa Ribeiro - Receita testada e aprovada.
quarta-feira, 8 de abril de 2020

Chá de Alface: tem efeito calmante, combate a insônia, diminui a pressão arterial; e outros.


Chá de Alface: tem efeito calmante, combate a insônia, diminui a pressão arterial; e outros.
A alface é uma verdura deliciosa e possui muitos benefícios à saúde, é rica em vitaminas deixando o organismo saudável e nutrido, Rica em nutrientes, como as vitamina A, C, E, e K, além de minerais: como ferro, magnésio, potássio e zinco. Entre seus benefícios, podem ser citados o auxílio na melhora da visão, no combate à anemia, aos radicais livres, além de ajudar na saúde do intestino. É mundialmente cultivada para o consumo em saladas, com inúmeras variedades de folhas, cores, formas, tamanhos e texturas.
Além de fazer muito bem consumi-la crua através de saladas, também pode ser usada para fazer o chá que é calmante e ajuda diminuir a pressão alta.
O chá de alface também pode ser importante para quem sofre de ansiedade, isso porque a bebida conta com poderosas propriedades calmantes. Além disso, para quem precisa combater a insônia, as propriedades soníferas do chá também são muito úteis.
Para quem precisa diminuir a pressão sanguínea, o chá de alface também pode ser aliado. Com efeito diurético natural, esse líquido ajuda a regular e baixar a pressão arterial.

Preparo do Chá de Alface:

Ferva 1 litro de água, após fervida, desligue o fogo e coloque 10 folhas de alface.
Tampe e deixe até que o líquido fique amarelado. Coe e espere a bebida ficar morna para consumi-la. Se preferir adicione um pouquinho de açúcar.

Fonte da Pesquisa: https://tudojuntoaqui.com.br/
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico)
quarta-feira, 25 de março de 2020

Berinjela: controla o colesterol, glicose e pressão arterial, ajuda a perder peso; previne e combate rugas; e outros.


A berinjela é um legume delicioso e que possui muitos benefícios à saúde.
Segundo a Wikipédia, a berinjela é o fruto da planta Solanum melongena, uma solanaceae arbustiva, anual, originária da Índia, considerada de fácil cultivo nos trópicos, e que pertence à mesma família do pimentão. É sensível ao frio, às geadas e ao excesso de chuva na altura da floração. Em regiões de clima quente, a época de plantio dura o ano todo.
A berinjela é rica em proteínas, vitaminas A, B1, B2, B5, C, e minerais como cálcio, fósforo, ferro, potássio e magnésio, possui alcaloides que diminuem a pressão sanguínea, prevenindo a arteriosclerose. É muito digestiva, nutritiva e laxante, previne diabetes e câncer, melhora o intestino e até ajuda a emagrecer. Ajuda a diminuir o colesterol no sangue e a baixar os níveis de triglicérides.
Pode ser consumida cozida, frita, assada ou grelhada. Utilizada na preparação de pratos como: omeletes, suflês, tortas, saladas e outros.
Confira os seus benefícios à saúde:

-Ajuda a perder peso: O suco de berinjela ou da água de berinjela ajuda a emagrecer e a berinjela também ajuda a saciar a fome.

-Controla o colesterol: Existem estudos sobre o auxílio da berinjela na redução das taxas do colesterol.

- Glicose e pressão arterial: Praticantes da medicina natural aconselham o consumo de berinjela para ajudar no combate ao diabetes e pressão alta.

- Para pele: Rica em vitamina E, melhora a pele, prevenindo e combatendo rugas.

-Fortalece a memória: A berinjela contém uma boa quantidade de folato.

De acordo com estudos recentes, o folato é um nutriente que desempenha um papel importante para retardar os efeitos do envelhecimento no cérebro.
Com os neurônios jovens e preservados, a cognição e a memória são bastante reforçadas.

-Previne o câncer: A berinjela, assim como os legumes com pigmentos roxos, está cheia de fitonutrientes que são antioxidantes muito importante para reverter o processo de envelhecimento e prevenir o câncer.
Receita de como usar a berinjela para perder peso, controlar colesterol, glicose e pressão arterial:

Uma boa opção é beber a água de berinjela: deixe de um dia para outro uma berinjela cortada em pedacinhos com casca em 1 litro de água. Beba 200 ml da água três vezes ao dia por no máximo uma semana.
Depois, beba 100 ml duas vezes por semana, não ultrapassando 15 dias de uso direto.
Faça uma pausa de uma semana, refaça seus exames e observe suas medidas.
Outra opção é combinar o suco de berinjela com frutas como limão, laranja, abacaxi, mamão e até chá verde.
É bom tomar o suco em jejum acrescido de linhaça, o que é melhor ainda para o funcionamento geral do organismo.
Esta bebida diminui a fome e ajuda o intestino.

Você deve ter uma alimentação balanceada e quando aliada a uma boa alimentação, ajuda bastante no emagrecimento.
Faça seu suco com frutas à sua escolha e não adoce.
Beba duas ou três vezes por dia, sendo uma delas em jejum.

Alerta: As pessoas propensas a problemas estomacais, evem evitar combinar com as frutas ácidas em jejum, pois a acidez pode prejudicá-las.

A berinjela é saborosa e também pode ser consumida em saladas temperadas com vinagre de maçã ou limão, um pouco de gengibre e pouco sal. Ela também é uma boa opção para substituir a massa da lasanha.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico)

Uso do SAL em ralos, pias, vaso sanitário, limpar panelas queimadas, clarear lençóis e outras utilidades.


O sal de cozinha ou sal comum é um mineral formado principalmente por cloreto de sódio, um composto químico pertencente à classe maior de sais; o sal em sua forma natural como um mineral cristalino é conhecido como sal-gema ou halita.
O sal é usado nos preparos culinários, ele equilibra o meio aquoso de nosso corpo, facilitando a troca de água entre as células e seu meio externo, ajudando na absorção de nutrientes e na eliminação de detritos.
Agora vamos mostrar algumas utilidades do sal fora da culinária e de questões de saúde.
Em todos esses usos, você vai usar o sal comum, que é o mais barato:

-Tirar mau cheiro dos ralos, vaso sanitário e pias: coloque uma colher de sal e deixe agir, depois pode usar normalmente.

-Deixar peças metálicas brilhando: Misture em partes iguais: sal, farinha de trigo e vinagre.
Em seguida, aplique sobre o metal.

- Limpar panelas de ferro: com a panela ainda quente, utilize uma pasta da mistura de óleo e sal para remover as sujeiras.
Se desejar, preencha o fundo da panela com óleo de cozinha e aquecer por alguns minutos. Depois, acrescente algumas colheres de sal grosso e depois é só remover a sujeira com a pasta que irá se formar.
Enxague com água quente e seque normalmente.

- Remover ovos quebrados no chão: cubra todo o ovo derramado com sal, tanto a clara como a gema ficarão fáceis de ser removidas.

- Limpar panelas gordurosas: Adicione um pouco de sal e, em seguida, use um pedaço de papel para ajudar na limpeza.
Após isso, siga com a lavagem normal.

-Limpar panela queimada: Forre o fundo da panela com sal e acrescente um pouco de água.
Mexa bem e depois leve a panela à água corrente, lavando normalmente com uma esponja.
-Limpar a esponja de prato: Encha uma pequena vasilha com água e sal, misture bem.
Depois mergulhe a esponja e deixe-a de molho por alguns minutos. Quando retirar, verá que a esponja vai estar limpinha outra vez.

-Remover líquidos recém derramados no tapete: Jogue um pouco de sal sobre a região manchada.
Depois que tiver seca, utilize o aspirador para dar o toque final.

- Remover manchas antigas de líquido no tapete: Misture 1/4 de xícara de sal e 2 colheres (sopa) de vinagre.
Esfregue bem a mistura no tapete e deixe-o secar. Depois é só passar o aspirador.

- Desentupir pias: Coloque 3 colheres de sopa de sal no ralo da pia. Depois acrescente água fervente por cima.
Enquanto a água escoa para dentro dos canos, feche o ralo com um pano para fazer pressão (tenha cuidado para não se queimar).
Você vai ouvir um barulho indicando que o cano está sendo desentupido.

- Eliminar chulé: Lave bem os pés e, em seguida, passe a mistura de vinagre com sal, isso vai impedir o mau cheiro.

- Eliminar cheiro de comida: Para eliminar o cheiro de comida que fica no forno, prepare uma mistura com sal e canela. Depois, ligue o forno por alguns minutos.
Desligue-o e espere um pouco. Com ele ainda quente, borrife a mistura na parte de cima e de baixo deste. Espere o forno esfriar e tire as manchas com um pano úmido.

-Evitar focos do mosquito da dengue: Esta é uma estratégia simples, barata e eficaz no combate ao mosquito da dengue, zika e chicungunha.
Basta colocar sal de cozinha para evitar o desenvolvimento das larvas do Aedes aegypti em locais como vasos sanitários, ralos, pneus e outros.

- Eliminar manchas de mofo nas roupas: faça uma pasta de partes iguais de sal e suco de limão. Aplique a pasta sobre a mancha e leve para secar ao sol.
Depois, lave normalmente.

-Clarear os lençóis: adicione a uma panela grande 5 colheres (sopa) de sal e uma de bicarbonato de sódio.
Encha a panela com água e coloque os lençóis amarelados dentro para ferver de 15 a 30 minutos.
Depois é só desligar, esperar esfriar um pouco e tirar os lençóis para lavá-los com água fria.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista)
quarta-feira, 18 de março de 2020

Doce de Mamão na Panela de Pressão.


INGREDIENTES:

1 kg de mamão verde cortado em cubos (não muito grandes)
1/2 kg de açúcar
3 cravos da Índia
MODO DE PREPARO:

Coloque na panela de pressão, na ordem: o mamão, o açúcar sobre o mamão e os cravos.
Não mexa os ingredientes na panela.
Feche a panela de pressão e coloque em fogo alto. Quando a panela começar a chiar, abaixe o fogo, deixe 2 minutos e desligue.
Não abra a panela e deixe-a fechada por 24 horas.
Após o tempo, abra a panela e despeje em um refratário e terá o doce em pedaços e com uma calda deliciosa.

Créditos da Foto: Andréa Ribeiro.
Receita testada e aprovada.

Coronavírus (COVID-19): O que é, quais são os sintomas, tratamento e prevenção.


O que é coronavírus?

Coronavírus(CID10) é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).
Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.
A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Período de incubação do coronavírus

Período de incubação é o tempo que leva para os primeiros sintomas aparecerem desde a infecção por coronavírus, que pode ser de 2 a 14 dias.

Período de transmissibilidade do coronavírus

De uma forma geral, a transmissão viral ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas. É possível a transmissão viral após a resolução dos sintomas, mas a duração do período de transmissibilidade é desconhecido para o coronavírus. Durante o período de incubação e casos assintomáticos não são contagiosos.
Fonte de infecção do coronavírus

A maioria dos coronavírus geralmente infectam apenas uma espécie animal ou pelo menos um pequeno número de espécies proximamente relacionadas. Porém, alguns coronavírus, como o SARS-CoV, podem infectar pessoas e animais. O reservatório animal para o coronavírus (COVID-19) ainda é desconhecido.

Quais são os sintomas do coronavírus?

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. No entanto, o coronavírus (SARS-CoV-2) ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas da doença.

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:
Febre, Tosse e Dificuldade para respirar.

Como o coronavírus é transmitido?

As investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo.
Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1 m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.
É importante observar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada.
Alguns vírus são altamente contagiosos (como sarampo), enquanto outros são menos. Ainda não está claro com que facilidade o coronavírus se espalha de pessoa para pessoa.
Apesar disso, a transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva; espirro; tosse; catarro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.
Os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe.
O período médio de incubação por coronavírus é de 5 dias, com intervalos que chegam a 12 dias, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.
A transmissibilidade dos pacientes infectados por SARSCoV é em média de 7 dias após o início dos sintomas. No entanto, dados preliminares do coronavírus (SARS-CoV-2) sugerem que a transmissão possa ocorrer mesmo sem o aparecimento de sinais e sintomas.
Até o momento, não há informações suficientes de quantos dias anteriores ao início dos sinais e sintomas uma pessoa infectada passa a transmitir o vírus.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus.

Entre as medidas estão:

-Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
-Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
-Evitar contato próximo com pessoas doentes.
-Ficar em casa quando estiver doente.
-Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
-Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
-Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Como é feito o tratamento do coronavírus?

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:
Uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos).
Uso de umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garganta e tosse.
Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.
Todos os pacientes que receberem alta durante os primeiros 07 dias do início do quadro (qualquer sintoma independente de febre), devem ser alertados para a possibilidade de piora tardia do quadro clínico e sinais de alerta de complicações como: aparecimento de febre (podendo haver casos iniciais sem febre), elevação ou reaparecimento de febre ou sinais respiratórios, taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos), dor pleurítica (dor no peito), fadiga (cansaço) e dispnéia (falta de ar).
Se você viajou nos últimos 14 dias e ficou doente com febre, tosse ou dificuldade de respirar, deve procurar atendimento médico imediatamente e informar detalhadamente o histórico de viagem recente e seus sintomas.

Fonte da Pesquisa: Ministério da Saúde.
Foto ilustrativa do Google.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico)
sábado, 14 de março de 2020

Vinagrete: comer tomate e cebola juntos garantem importantes benefícios à saúde.


O tomate é um fruto muito saboroso, uma salada que acompanha qualquer comida. 
O tomate é arredondado e de cor vermelha, ele é rico em vitamina C, tem também sais minerais como fósforo, potássio e magnésio; é também rico em licopeno, um agente antioxidante e anticancerígeno que intervém nas reações em cadeia das moléculas de radicais livres, retarda o envelhecimento e pode proteger contra o câncer, inclusive o de próstata e de estômago.
A cebola é uma hortaliça muito usada como tempero para alimentos. É composta por vitaminas A, B e C, e sais minerais como ferro, potássio, sódio, fósforo e cálcio. Por ser rica em flavonóides, tem poder anti-inflamatório e anti-oxidante. Pode ser uma aliada na prevenção de doenças do sistema nervoso, respiratório e circulatório. Previne o câncer e fortalece os ossos. Ela também ajuda a reduzir os níveis do mau colesterol (LDL) e os níveis de triglicerídeos. Além disso, serve para dar beleza ao cabelo e à pele. Tanto a cebola roxa quanto a normal têm por volta de 40 calorias em cada 100 gramas, porém, a cebola roxa apresenta algo a mais: a Antocianina. Esse nutriente auxilia no combate aos radicais livres e na manutenção do sistema imunológico por ser antioxidante.
A mistura do tomate e a cebola traz muitos benefícios à saúde, a sua mistura é rica em nutrientes. O Vinagrete é acompanhamento essencial para as carnes do churrasco e do prato de feijoada.
Receita de como fazer o vinagrete:

3 tomates cortados em cubos pequenos.
1 cebola cortada em cubos pequenos.
½ xícara de azeite.
½ xícara de vinagre
Salsinha, cebolinha verde e sal a gosto.

Em uma vasilha misture todos os ingredientes e estará pronto o delicioso vinagrete.

Dica: para a cebola não ficar com o sabor forte, eu costumo colocar em um prato com um pouquinho de água e coloco no micro-ondas por 20 segundos, e depois escorro a água e misturo com os demais ingredientes. Também gosto de colocar uma colher (sopa) de açúcar no vinagrete para tirar um pouco do azedo.

Eu amo comer vinagrete com arroz.

Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico)
segunda-feira, 2 de março de 2020

Benefícios do Kefir à Saúde: aumenta a imunidade, melhora a densidade óssea, desinflama o intestino e ajuda em doenças inflamatórias do cólon, melhora a digestão da lactose e pode ajudar quem tem intolerância, detona a candidíase, desintoxica do corpo e outros.


Kefir é uma bebida fermentada, originária das montanhas do Cáucaso, cujo substrato mais comum é o leite. É produzida com a submersão temporária dos chamados “grãos de kefir" num substrato, como o leite, água açucarada, leite de coco, sucos etc.
kefir aumenta a imunidade, melhora a densidade óssea, desinflama o intestino e ajuda em doenças inflamatórias do cólon, combate alergias e asma, protege contra o câncer, melhora a digestão da lactose e pode ajudar quem tem intolerância, detona a candidíase e desintoxica do corpo.
As bactérias do kefir podem ser cultivadas em casa com segurança, e a produção da bebida é fácil e se assemelha à produção de iogurte natural. Existem dois tipos de kefir, o de leite e o de água, que contém as mesmas bactérias e leveduras, porém adaptadas a ambientes distintos. Além disso, esses dois tipos de kefir podem ser diferenciados de acordo com a as enzimas presentes em sua composição.

Nesta matéria vamos falar sobre o Kefir de leite, conforme a foto.
Confira os Benefícios do kefir:

-Diminui a prisão de ventre, pois as bactérias boas melhoram a digestão e aceleram o trânsito intestinal;
-Combate inflamações intestinais: flora saudável é o principal fator para evitar doenças;
-Facilita a digestão;
-Ajuda a perder peso: é rico em proteínas e tem baixas calorias;
-Combate a osteoporose: é rico em cálcio;
- Previne e combate a gastrite, especialmente a gastrite causada pela bactéria H. pylori;
-Fortalece o sistema imunológico, pois mantém a flora intestinal saudável, que impede infecção por microrganismos através do intestino.
-Equilibra a flora intestinal e melhora a absorção de nutrientes, sendo ótimo para quem se submeteu a tratamentos com antibióticos e precisa regular o trânsito intestinal.

Kefir de Leite:

O preparo de kefir é muito simples, semelhante à produção caseira de iogurte natural. Pode-se usar qualquer tipo de leite, de vaca, de cabra, ovelha, ou os leites vegetais, de coco, arroz ou amêndoa.

Ingredientes:

2 colheres de grãos de kefir
2 copos de leite

Modo de preparo:

Colocar em um recipiente de vidro os grãos de kefir, o leite fresco, pasteurizado ou não, desnatado, semi-desnatado ou integral. O conteúdo é deixado à temperatura ambiente por aproximadamente 24 horas. O leite fermentado é coado para separar e recuperar os grãos que são adicionados a mais leite fresco, repetindo o processo.

Como cultivar e cuidar do Kefir

Para manter o kefir sempre saudável e produtivo, deve-se sempre armazená-lo em um recipiente com leite após cada fermentação, não utilize utensílios de metal e sempre tampe para que ele não tenha contato com moscas ou formigas. Nos dias mais quentes ou para atrasar o processo de fermentação, pode-se armazenar o kefir na geladeira, mas caso deseje passar mais dias sem usar o kefir para fermentação, os grãos devem ser guardado em um recipiente com tampa ou em saquinhos, e deve ser congelado.
Aos poucos, o kefir vai crescendo com as fermentações e cria uma gosma ou líquido mais espesso, sendo necessário lavar os grãos em água pelo menos duas vezes por semana. É possível guardar parte dos grãos no congelador para ter sempre uma reserva, e o excedente restante pode ser doado para outras pessoas produzirem seu kefir em casa.
Não se deve usar os grãos de kefir que estejam verdes, amarelados ou marrom, porque isso indica que eles já não estão bons para consumir.
O kefir está contraindicado em caso de câncer no sistema gastrointestinal, não deve ser consumido 2 horas antes e depois de tomar remédios com bifosfanato, fluoretos ou tetraciclinas, apenas para evitar que interfira na absorção do medicamento. A fermentação do kefir leva à uma pequena produção de álcool e por isso pode ser prejudicial para portadores de doenças do fígado.
A ingestão excessiva de kefir também pode causar problemas como dores abdominais e diarreia, e por isso é indicado consumir apenas de 1 copo de kefir por dia.

Dica: Bata no liquidificador o leite fermentado com frutas ou sucos (aqueles de pacotinho) do sabor ao seu gosto, fica delicioso.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza e Tua Saúde.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico)

Biotônico Fontoura com Sucupira: aumenta a imunidade, tem ação anti-inflamatória, antirreumática e antioxidante, combate a amigdalite e dor de garganta; diminui a inflamação nas articulações, e outros.


Nesta matéria vamos falar sobre o preparo de Biotônico Fontoura com a Semente de Sucupira, receita antiga dos meus avós, em que meus pais davam pra gente tomar quando éramos crianças na época do inverno para aumentar a imunidade, devido os resfriados e gripes neste período.
A sucupira é uma grande árvore que possui propriedades medicinais e que por isso pode ser usada para aliviar as dores e inflamações do corpo. Ela pertence a família das Fabaceae, e também é conhecida como Cutiúba, Supupina-do-campo, Sicupira, Sicupira-do-cerrado, Sucupira-açu ou Sicupira-parda, sendo muito utilizada para fazer remédios caseiros.
As principais propriedades da sucupira incluem sua ação analgésica, anti-inflamatória, anti-reumática e antioxidante. Além disso, as sementes de sucupira tem ação antitumoral, especialmente contra o câncer de próstata, mas só deve ser consumida com conhecimento do médico oncologista.
Confira os seus benefícios:

-Diminui a inflamação nas articulações: é utilizada para tratar artrite, artrose, reumatismo e artrite reumatoide;
-Alivia as dores causada por problemas como excesso de ácido úrico e inflamações;
- Combate a amigdalite e dor de garanta;
-Aumenta a imunidade, o preparo de Biotônico Fontoura com Sucupira é muito usado por crianças em época de inverno, já que ficam muito resfriadas ou gripadas; receita antiga dos meus avós.
-Ajuda a curar cistos ovarianos e no útero e combate as cólicas;
-Ajuda a cicatrizar feridas na pele, eczemas, cravos nos pés e sangramentos.

A semente de sucupira com o Biotônico Fontoura é um preparo que contribui com a saúde, renovando o funcionamento do organismo a partir dos seus nutrientes. As sementes de sucupira são capazes de prevenir o desenvolvimento de doenças ósseas, tornando a estrutura dos ossos mais resistentes, mesmo com o envelhecimento, segundo contam, é excelente para dores ósseas, hérnia de disco, bicos de papagaio e artrites .
Tomar sucupira com Biotônico, diariamente, a pessoa está proporcionando ao seu corpo um tratamento contínuo contra as dores, um alívio que promete trazer resultados positivos para o bem-estar físico. Doenças como ulceras, reumatismo, artrose, bico-de-papagaio e hérnia de disco são tratadas com eficiência a partir da sucupira. O Biotônico serve apenas de veíiculo, ele também tem seus benefícios, porém seu principal papel é levar os nutrientes da sucupira.

INGREDIENTES:

1 Biotônico Fontoura
2 sementes de sucupira macetadas

MODO DE PREPARO:

Coloque as sementes quebradas dentro do Biotônico Fontoura, deixe descansar por 7 dias. Após comece a tomar 10 ml antes de uma das refeições. Agite antes de usar.
A sucupira não tem efeitos colaterais, sendo bem tolerada, porém a sucupira está contraindicada para grávidas e lactantes e deve ser usada com moderação por pessoas com problemas renais ou no fígado.

Fonte da Pesquisa: Google.com
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico)
quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Quiabo: controla os níveis de açúcar no sangue e os níveis de colesterol, melhora o sistema cardiovascular, reduz o estresse, previne anemias e outros.


O Quiabo é um fruto muito saboroso e que possui muitos benefícios à saúde.
Os quiabos são verdes, peludos e apresentam uma gosma viscosa, em seu interior encontram-se várias sementes de coloração esbranquiçada e de formato arredondado.
É bastante utilizado em pratos típicos no Brasil, como o tradicional frango com quiabo de Minas Gerais.
De acordo com diversas pesquisas científicas, o quiabo é um alimento: anti-úlceras, anticancerígeno, reduz ataques cardíacos, diminui o colesterol sanguíneo, alivia desordens intestinais, inflamações no cólon, diverticulite e úlceras estomacais, neutralizador de ácidos, lubrificante do trato intestinal, auxilia na melhora de queimaduras, acalma psoríase e envenenamento e pode ser utilizado no tratamento de inflamações nos pulmões, síndrome do intestino irritável e dores de garganta.
As propriedades do quiabo são explicadas pelas quantidades de nutrientes que possui. O quiabo é fonte de vitamina A, vitamina B1 (Tiamina), vitamina B2 (riboflavina), vitamina B3 (niacina), vitamina B5 (ácido pantoténico), vitamina C (ácido ascórbico), vitamina E (tocoferol) e os carotenoides betacaroteno, zeaxantina e luteína. Possui também quantidade dos minerais manganês, magnésio, cobre, ferro, fósforo, cálcio, zinco e selênio.
O quiabo é um vegetal pobre em calorias e rico em fibras, sendo uma ótima opção para incluir em dietas de emagrecimento. Além disso, o quiabo também é bastante utilizado para auxiliar no controle do diabetes, pois ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue.

Confira os seus benefícios à saúde:

-Ajuda a emagrecer, por conter poucas calorias e ser rico em fibras, o que aumenta a sensação de saciedade.

-Controla os níveis de açúcar no sangue, devido ao seu baixo teor de carboidratos e alta presença de fibras.

- Melhora o trânsito intestinal, devido à sua elevada presença de fibras.

-Ajuda a controlar os níveis de colesterol, por conter fibras solúveis, que diminuem a absorção de gorduras no intestino.

-Reduz o estresse e ajudar a relaxar, por ser rico em magnésio.

-Previne anemias, por conter ácido fólico.

-Mantém a saúde dos ossos, por ser rico em cálcio.

 
-Melhora o sistema cardiovascular: o quiabo contém potássio, mineral que relaxa os vasos sanguíneos melhorando a pressão arterial. As fibras promovem a diminuição do colesterol. Sabe-se que colesterol alto pode levar ao surgimento de placas ateroscleróticas nas artérias, que aumentam o risco de infartos e derrames. Pelos nutrientes contidos no quiabo, o risco de se desenvolver doenças cardíacas é diminuído.

-Melhora a saúde da pele e dos cabelos: Os benefícios do quiabo para o cabelo e pele se devem ao seu poder antioxidante. Para a pele, o quiabo ameniza as rugas e previne o envelhecimento precoce. Nos cabelos, a “baba” de quiabo, quando aplicada, tem ação hidratante e proporciona brilho e vitalidade para os cabelos.

Dica testada e aprovada de como fazer quiabo sem baba:

Lave e corte os quiabos em tamanhos maiores (pedaços pequenos solta muita baba). Coloque a panela no fogo para esquentar, frite o alho ou a cebola com óleo ou azeite. Depois coloque os quiabos, o sal a gosto e um pouquinho de água para cozinhar, não mexa e tampe a panela até cozinhar e secar.

O quiabo deve ser consumido com cautela por pessoas que possuem ou tenham histórico de pedra nos rins, isso porque o quiabo tem altos níveis de oxalato, substancia que facilita a formação de pedra no rim e na vesícula. Contudo, se consumido junto com uma dieta equilibrada e não exagerado na quantidade, não causará nenhum mal.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista.
Consulte sempre seu médico)

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *