sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Um nó no lençol. O nó do Amor.


"Na reunião de pais de família de uma escola, a diretora salientava o apoio que os pais devem dar aos filhos.
Ela entendia que mesmo que a maioria dos pais da comunidade eram trabalhadores, eles deviam encontrar um pouco de tempo para dedicar e passar com as crianças.
No entanto, a diretora ficou surpresa quando um dos pais se levantou e explicou, que ele não tinha tempo de falar com seu filho durante a semana.
Quando saía para trabalhar era muito cedo e seu filho ainda estava dormindo e quando voltava do trabalho era muito tarde e a criança já estava deitada.
Explicou além disso, que ele tinha que trabalhar dessa forma para prover o sustento da família. Disse também que o não ter tempo para o seu filho o aborrece muito e tentava substituir essa falta dando-lhe um beijo todas as noites quando chegava a sua casa e para que o seu filho soubesse que ele lhe tinha ido ver enquanto dormia, fazia um nó na ponta do lençol.
Quando o meu filho acorda e vê o nó, ele sabe que o pai dele esteve lá e beijou-o. O nó é o meio de comunicação entre nós.
A Diretora se emocionou com aquela singular história e se surpreendeu ainda mais quando verificou que o filho daquele homem era um dos melhores alunos da escola.
Este fato faz-nos refletir sobre as muitas formas em que as pessoas podem fazer-se presentes e comunicar com outros. Aquele Pai encontrou a sua forma, uma forma simples, mas eficiente. E o mais importante é que o seu filho enxergasse através do nó, todo o afeto do seu pai.
Às vezes nos preocupamos tanto com a forma de dizer as coisas que esquecemos o principal que é a comunicação através do sentimento.
Simples detalhes como um beijo e um nó na ponta de um lençol, significavam para aquele filho, muito mais do que um monte de presentes ou desculpas vazias.
É válido que nos preocupemos com as pessoas, mas o mais importante é que elas saibam e possam sentir a nossa preocupação e carinho por elas.
Para que exista a comunicação, é necessário que as pessoas "Ouçam" a linguagem do nosso coração, já que os sentimentos sempre falam mais alto do que as palavras.
É por esse motivo que um beijo, revestido do mais puro afeto, cura a dor de cabeça, o golpe do joelho ou o medo da escuridão."

Texto extraído de um folheto da Escola Irmã Catarina.
(Desconheço a autoria, se alguém souber avise-nos, por favor, para darmos os devidos créditos ao autor deste lindo texto)

Deixe o primeiro comentário

Pesquisar este Blog.

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *