quarta-feira, 21 de agosto de 2019

O Chá de Hibisco ajuda a Emagrecer, desintoxica o organismo, evita a Retenção de Líquido, diminui a Pressão Arterial, controla o Colesterol, melhora a Saúde do Fígado e outros.


O chá de hibisco, especialmente o que é feito com as flores do Hibiscus sabdariffa, conhecido como vinagreira no Brasil, e como “sorrel” ou “roselle”, ou ainda “karkade” em Egipcio, é uma bebida. Na África ocidental, o “jus de bissap” é popular em todos os países e vendido como refresco nas ruas.
O chá de hibisco ficou conhecido principalmente por quem quer perder peso. Mas, devido as suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, a bebida é indicada para aquelas pessoas que cuidam do seu bem-estar e da sua qualidade de vida. A bebida não contém calorias e pode ser servida quente ou gelada.
Confira os seus benefícios:

- Diminui a pressão arterial: Estudos já comprovaram que o chá de hibisco reduz a pressão arterial. Isso ocorre devido as antocianinas encontradas no hibisco, que são responsáveis pelos efeitos anti-hipertensivos. O teor elevado desses compostos no alimento, além da presença de ácidos orgânicos, vitaminas e minerais, ajuda a prevenir o estresse oxidativo das células, ajudando no controle das doenças cardiovasculares.
-Ajuda a perder peso: Um dos benefícios mais conhecidos do chá de hibisco é contribuir para o emagrecimento. Algumas pesquisas indicam que o chá foi capaz de reduzir a criação de células de gordura, ou seja, evita o acúmulo de gordura no corpo. Dentre as substâncias antioxidantes presentes no chá estão os flavonoides e antocianinas, que contribuem para evitar esse problema. Ao diminuir este processo, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e nos quadris. O hibisco também bloqueia a produção de amilase, uma enzima que transforma o amido em açúcar. Lembrando que para que o chá de hibisco seja efetivo na redução de peso é importante vincular o consumo a um plano alimentar equilibrado, além da prática frequente de atividade física.
- Controla o colesterol: Consumir regularmente o chá de hibisco reduz os níveis de colesterol no sangue e os triglicerídeos em pessoas com diabetes e síndrome metabólica (conjunto de doenças relacionadas a obesidade e aumento da pressão, colesterol e glicemia).
-Melhora a saúde do fígado: Alguns estudos realizados em humanos e animais mostram que o consumo do chá de hibisco melhora a saúde do fígado, pois aumenta as enzimas desintoxicantes e reduz os danos ao órgão.
-Evita a retenção de líquido: O corpo humano pode reter água em excesso, causando inchaços que incomodam bastante. O chá de hibisco é rico em quercetina, substância que possui ação diurética, ou seja, aumenta a produção da urina ao longo do dia. Seu consumo, elimina assim, uma maior quantidade de toxinas e de água retida pelo corpo.
-Previne envelhecimento precoce: o chá de hibisco é rico em antioxidantes. Por isso, ajuda a prevenir doenças causadas pelo acúmulo de radicais livres, que causam danos às células e acarreta envelhecimento precoce
- Afasta o risco de câncer: mais uma vez os antioxidantes, principalmente as antocianinas podem diminuir o risco de câncer.
- O chá de hibisco também alivia os sintomas menstruais e da TPM.
Modo de Preparo do Chá:

Coloque a água para ferver, depois de fervida desligue o fogo e adicione duas colheres (sopa) de hibisco desidratado (secos).
Tampe e deixe repousar por uns 5 minutos e coe.
Beba uma xícara de manhã e outra à noite.

O produto pode ser comprado desidratado em lojas especializadas e também em alguns supermercados.

Riscos e contraindicações:

O chá de hibisco reduz os níveis de estrogênio no organismo, por isso, não é indicado para pessoas que fazem terapia de reposição hormonal (TRH) ou tomam pílulas anticoncepcionais. Além disso, ele também altera a fertilidade, pois inibe a ovulação temporariamente. Não é recomendado o uso durante a gestação ou para lactantes, uma vez que há alteração no equilíbrio hormonal e o chá de hibisco atua sobre a musculatura do útero, podendo levar a um aborto e há também o risco de mutações genéticas.
Deve-se evitar o consumo do chá de hibisco durante à noite, para que não ocorra queda na qualidade do sono. Por ter ação diurética, o chá de hibisco causa eliminação contínua de potássio e outros eletrólitos, não se tornando recomendável para pessoas com doenças cardíacas grave, que necessitam de níveis adequados desse mineral. O consumo excessivo de chá causa efeitos indesejáveis como dor de cabeça, náuseas, hipotensão, câimbras e problemas relacionados ao fígado.
Assim como acontece com outros chás de ervas, o de hibisco pode interferir na eficácia de alguns medicamentos, principalmente anti-hipertensivos e o paracetamol. Sendo assim, antes de consumir o chá de hibisco, é importante consultar um médico.

Fonte da Pesquisa: Cura pela Natureza.
Créditos da foto: Andréa Ribeiro.
(Esta matéria é informativa e não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.)

Um comentário

  1. Eu nao quer emagrecer so tirá a gordura que tenho no pé da bariga que emuita

    ResponderExcluir

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *